Área Restrita

Dietas Hipercalóricas

O uso de dietas hipercalóricas, conhecidas vulgarmente como “bulking” são comumente utilizadas por indivíduos que querem aumentar massa muscular.
Spillane e colaboradores (2016), objetivaram verificar se tal modelo dietético (hipercalórico) associado ao exercício de força é interessante para o aumento de massa muscular. Dados na literatura já demonstram um possível risco neste consumo excessivo de nutrientes (carboidrato e gordura); não só a respeito do aumento de peso corporal (principalmente gordura), mas também, referente às alterações metabólicas que este consumo excessivo pode gerar, em especial, resistência à insulina e subsequentemente DM2. Além disso, recentes achados demonstram que grandes ofertas de proteína não são mais efetivas quando comparadas com ofertas menores (adequadas) para aumento da síntese proteica miofibrilar, sugerindo um comportamento de “musculatura cheia”, a qual, não assimilará mais aminoácidos para hipertrofia muscular e, estes, serão oxidados por outras vias. De forma objetiva, os achados deste trabalho demonstram que a dieta com excesso calórico associada com o exercício de força não melhorou a composição corporal, não aumentou a força muscular, nem modulou marcadores de síntese proteica.

Diante do exposto, as condutas nutricionais para aumento da massa muscular devem respeitar as necessidades nutricionais dos indivíduos, bem como a capacidade máxima da musculatura esquelética em assimilar um determinado volume de aminoácidos. O Nutricionista é habilitado para avaliar e prescrever o plano nutricional de forma com que o paciente usufrua apenas de benefícios e que não haja riscos à sua saúde. Portanto, a ABNE tem como objetivo disseminar informações respeitosas, baseadas em evidências científicas seguras e atuais. Fomentamos também a leitura crítica e cautelosa para interpretação e extrapolação segura artigos científicos na prática clínica.

Texto: Nutricionista Marcus Vinicius – Especialista em Fisiologia do Exercício Aplicada à Clínica e Nutrição Esportiva, membro da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva.

PDF

  •  
  •  
  •  
  •  
  •